Abrabics



Notícias


Governador Wilson Witzel defende legalização dos jogos de azar

Em discurso durante a cerimônia de posse do novo presidente da Petrobras, na sede da empresa e junto ao novo ministro de economia Paulo Guedes, o governador Wilson Witzel aproveitou para defender a legalização dos jogos de azar no pais. 'Há uma crença de que o jogo não pode acontecer no Brasil. O jogo pode em qualquer lugar do mundo', disse Witzel.

O que não pode é deixar de acontecer a fiscalização. No Rio, estamos nos planejando para reestruturar a polícia e em conjunto para combater, por exemplo, crimes como lavagem de dinheiro. Temos que gerar emprego e renda", revelou o governador durante o ato.

Wilson Witzel aproveitou a cerimônia de posse do presidente da Petrobras para defender a legalização dos jogos, embora tenha admitido que o tema não tinha muita ligação com a solenidade que participava.

Durante sua campanha, Witzel garantiu que quer transformar o turismo no "novo petróleo" do Estado, e deseja que a TurisRio, a empresa pública do setor, seja uma "nova Petrobras". Ele estabeleceu como meta que o número anual de visitantes chegue a R$ 12 milhões - dez vezes mais do que o volume atual de estrangeiros no Rio e quase o dobro dos turistas que chegam ao Brasil inteiro.

Por esse motivo, ele tem sustentado em suas falas a intenção de que o Rio de Janeiro tenha casinos que podem gerar ainda mais interesse nos turistas do Brasil e estrangeiros para visitar o estado e, por consequência, conseguir uma maior arrecadação de impostos além do movimento de pessoas.

O Rio de Janeiro parece ser, nos últimos dias, o mais interessado na legalização. As palavras do governador ontem (3), se soma ao recente pedido de ajuda do prefeito da cidade, Marcelo Crivella, ao próprio presidente Jair Bolsonaro. Ele pediu ajuda para instalar um Cassino do Grupo Las Vegas Sands em Porto Maravilha e uma coluna de opinião do jornal O Globo deu apoio para o empreendimento nessa zona do Rio de Janeiro. 

“Quero que o novo presidente Jair Bolsonaro me ajude a aprovar uma superlicença para termos um cassino. Recebi a visita do Sheldon Adelson, presidente da empresa Las Vegas Sands, e ele está interessadíssimo em investir US$ 10 bilhões e gerar 50 mil empregos”, afirmou Crivella, que deixou de lado sua fervorosa religiosidade (é bispo licenciado da Igreja Universal do Reino de Deus) em nome do pragmatismo favorável aos jogos de azar.

O Globo assegurou que a liberação de cassinos em resorts poderá alavancar região do Porto Maravilha, no Rio de Janeiro. "Legalizar é a forma de o Estado exercer controle sobre o mercado que cresce na clandestinidade" foi o título do artigo.

Fonte: GMB

Fonte: https://www.gamesbras.com/legislao/2019/1/4/governador-wilson-witzel-defende-legalizao-dos-jogos-de-azar-11046.html?utm_source=dlvr.it&utm_medium=facebook

 

2019 - ABRABINCS. Todos os direitos Reservados.
Desenvolvido por Produtiva Web.